Quem são os coletes amarelos?

On lâche rien! Nosso iate Granma resolveu desafiar o Atlântico, subiu o Sena e chegou em Paris! Dessa vez, vamos investigar a grande manifestação popular dos gilets jaunes (ou coletes amarelos), que movem as placas tectônicas da sociedade francesa, desafiam o Governo Macron e as medidas de austeridade que as forças liberais tentam impor à Europa e ao mudo inteiro.

Surgidos nos protesto das classes populares do interior da França contra o aumento dos impostos sobre os combustíveis, os gilets jaunes acabaram transcendendo a pauta original. Em diálogo com outros movimentos, e incorporando as camadas populares da periferia de Paris, o movimento acabou englobando diversas outras pautas populares. O certo é que o povo francês tem demonstrado uma profunda indignação contra o sistema político e a classe política daquele país.

As manifestações dos coletes amarelos têm organizado, semana após semana, atos em Paris. Além destes, há paralisações em rodovias e rotatórias por todo o país, que já tem gerado impactos no abastecimento.

Convidamos Florence Poznanski, da França Insubmissa, e Nicolas Falque, cientista político e estudante da Universidade Sorbonne Nouvelle, para analisar as motivações e possibilidades dos coletes amarelos.

É possível traçar um paralelo entre estas manifestações e as de junho de 2013 no Brasil? Assim como aconteceu aqui, os coletes amarelos podem acabar alimentando o surgimento de grupos de ultradireita? Ou estamos assistindo a um novo ascenso popular no coração da Europa, justamente num momento de reação conservadora no mundo?

A estas e outras perguntas que tentamos responder no nosso último (agora de verdade) episódio do ano.

Ficha técnica

Apresentação e Roteiro: Amélia Gomes e Marcelo Pereira. Edição: Amélia Gomes. Logo do Granma: Tiago de Macedo Rodrigues. Capa: Marcelo Pereira.

Dica do Nicolas: Dois Dias, Uma Noite. Filme de Luc Dardenne e Jean-Pierre Dardenne. 2015.

Mande uma cartinha pra nós: contato@granma.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *